março 26, 2009

Quando eu era televisão.

Tenho mania de inventar histórias. Na verdade, para mim, continuarão a ser estórias, mas os nossos gramáticos parecem não gostar da diferença. Histórias ou Estórias, tenho mania de criar enredos e personagens para as minhas pequenas. A Princesa Prateada, O Sapatinho que queria tocar piano, o Gatinho que gostava de beber leite e, atualmente, as minhas favoritas: As aventuras das Princesas Lalá e Lili.

Em meio àquela quase-escuridão, olhinhos brilhantes esperam ansiosos o fim de cada aventura. Sempre um final feliz. É uma hora para sonharmos acordadas mesmo, com direito a fadas, arco-íris, florestas encantadas e objetos que falam.

Confesso que muitas vezes elas pedem que eu repita a história e eu já nem sei mais o que faz parte dela. Não importa. Invento outra. Outras. Assim como Sherazade, que ficou 1001 noites contando histórias para evitar a sua morte, mas, no meu caso, para celebrar a vida.

O engraçado disso tudo foi que ontem, após mais uma das aventuras das Princesas Lalá e Lili, Elisa, que acompanhava tudo sem sequer piscar, me perguntou:

"- Mamãe, aonde você ouviu essa história?"

Eu respondi que eu mesma a tinha inventado, ao que ela retrucou, imediatamente:

"- Ah, sei, quando você era televisão, né?"

Pois é. Quando eu era televisão. Tão simples e tão fácil. Gostei da ideia de ter sido uma televisão um dia. Melhor do que ser um liquidificador, uma batedeira ou um aspirador de pó, não?

12 comentários:

Lúcia disse...

Ai que delíciaaa! Meu pai nos cotava histórias assim, são ótimas recordações! Bjins

Claudia Pimenta disse...

oi renata! que história fofa! ah, bom voltar p/a blogolândia e encontrar as amigas especiais... bjs, querida, e obrigada pelo carinho!!!

Eneida disse...

Que barato!!!
Amei, Srta. Televisão!!!
Beijo!

Bel disse...

Ai Renata! Tão lindo esse teu amor por tuas princesas. Criatividade também se herda... que bom! Imagina a herança lúdica e afetiva que estás cultivando pra depois deixar junto delas? Eu nunca ouvi hístórias, sabe? Talvez por isso escreva e sinta tanta necessidade de registrar o que sinto. Bom saber que não fazes muito esforço pra me entender. Teu carinho é sempre doce.
Uma última curiosidade?
Já pensastes em escrever essas historinhas? Registrá-las mesmo?

Um beijo, querida.

SGi/Sonia disse...

hahahah
Então você já foi televisão?
Criança tem cada uma viu?

Adoro inventar histórias para os meninos e eles sempre são os personagens, o Pedro viaja mais, acho que não tem ainda vergonha de ser um príncipe.

Beijins:*

Nina disse...

Mais uma coincidência entre nós Re, eu tbm inventava estorias, ahahaaha, às vezes, o livro nao estava por perto, ou ja tinhamos lido todos antes dos meus meninos dormirem, ai eu inventava mil e uma tambem. Tinha uma do sol e da lua que namoravam que eles simplesmente adoravam, e essa eu nao podia esquecer, porque precisava sempre repetir..

que barato essa afirmacao da Elisa, do tempo que vc era televisao! gente, que é isso? que lindo essa imaginacao hein?

beijao querida, ja tava com saudade das tuas palavrinhas

Monica Loureiro disse...

Adorei !
rsrsrss

Sandra disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Sandra disse...

fiquei muito feliz de encontrar amigas por aqui como a Claudia Pimenta...pessoa maravilhosa...e tb fiquei maravilhada com a sua estória ....me fez lembrar de quando o meu filho Pedro era pequeno e eu inventava estórias pra ele dormir....sinceramente vc me emocionou porque acionou flash-back nas minhas lembranças,muito bacana

bjos pra vc e pra suas princesas

Nina disse...

Oi minha tv preferida!

Chegou sua cartinha maravilhosa, to ate agora babando nela :)

Laura e Elisa, amamos mt o que vcs fizeram. Laurinha, a minha Laurinha aqui amou o que vc mandou pra ela. Aquelas fivelinhas cheirosas , hmmm, e os chocolates..aah que delícia. A tua letrinha, Laura é linda demais! E o vestido? Nossa! quanta coisa bonita.

Re, obrigada, nao tenho palavras pra agradecer nao. Nao tenho mesmo

Vou responder direitinho quando sobrar um tempinho por aqui,tá?
Um beijao em vcs todos, familia linda e querida.

Joaninha Bacana disse...

Hehehe - adorei a conclusao da sua filha :o)))
E, quando voce conta as histórias para elas, nao tem como deixar um gravadorzinho ligado? Será que nao daria uma linda coletânea de histórias infantis? :o)
Beijos, e suas filhas sao muito felizardas de ter uma mami que conta histórias!!! Minha também contava, e eu adorava!!!
Angie

Mariana disse...

gostei do blogue:)

bj